Braga: a acolhedora cidade dos sons com mais de 20 mil imigrantes

“Braga é cidade dos sons, um som cada vez mais novo, com novos sotaques que são um fator distintivo que enriquece a cidade.” É assim que Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, destaca o “enriquecimento, criatividade e diversidade” que os mais de 20 mil imigrantes trazem à cidade de Braga, no 7º Café Intercultural que decorreu esta quinta-feira.

 

Na iniciativa, o autarca afirmou ainda que o Projeto DiverCidade Braga – Uma Viagem Intercultural “tem como objetivo estreitar laços e fazer com que as comunidades imigrantes se sintam em casa” e que “a interação com as comunidades estrangeiras é uma enorme mais-valia do ponto de vista cultural, social e económico”.

 

Sob o tema “Música com Arte”, a sessão contou ainda com o talento musical de Cláudio Cacau, imigrante brasileiro, que, há três anos, escolheu a capital do Minho por ser "aconchegante”. Para o músico, “Braga faz-nos sentir que estamos em Portugal, mas também no mundo pelas várias linguas que se vão ouvindo na cidade e por outras culturas que vamos encontrando”.

 

O próximo Café Intercultural é já na próxima quarta-feira, dia 21 de outubro, às 15h, no Human Power Hub Braga (Edifício do Castelo). O encontro, que irá debater o tema “Violência Contra as Mulheres Imigrantes”, integra a 3ª Semana Municipal para a Igualdade junto com o 9º Café Intercultural, que irá abordar o tema “Combate ao Tráfico de Seres Humanos”. Saiba tudo sobre estes eventos aqui.

Subscreva a nossa newsletter e esteja
sempre a par de todas as novidades.

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador. Através da utilização do nosso website o utilizador aceita todas os cookies de acordo com a nossa política de cookies.

Mais informações |