Presidente da República defende integração de imigrantes no recrutamento para as Forças Armadas

Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu, quando falava no I Fórum Recrutamento organizado pela Força Aérea, no dia 27 de junho, no Teatro Thalia, em Lisboa, a importância de incluir os imigrantes no recrutamento para as Forças Armadas, algo que já acontece “a título excecional”, mas tem que ser “natural”.

 

O Presidente da Républica acredita ainda que, além das desigualdades na sociedade portuguesa, existem diversos regimes contratuais, relacionados com o recrutamento militar, que devem ser ajustados à sociedade atual. Nomeadamente, “na organização, na comunicação interna, na comunicação externa, no funcionamento, àquilo que é a realidade das novas gerações”.

 

Para além da importância do recrutamento e de incluir os imigrantes, Marcelo Rebelo de Sousa salienta, também, a relevância de reter as mulheres e homens na sua carreira militar. “Mais do que nunca é oportuno falarmos numa carreira militar como oportunidade de futuro sustentável para os jovens”, sublinhou.

 

No mesmo evento, o Comandante Supremo das Forças Armadas declarou ser “evidente que uma instituição tão prestigiada, tão forte, tão referencial como as Forças Armadas, por natureza é sempre mais lenta a mudar,” mas “tem feito um esforço enorme para mudar aceleradamente”.

 

Subscreva a nossa newsletter e esteja
sempre a par de todas as novidades.

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do utilizador. Através da utilização do nosso website o utilizador aceita todas os cookies de acordo com a nossa política de cookies.

Mais informações |